Frete Grátis para compras acima de R$ 199,00 e 12x s/ juros

Plantas e pets em casa

Plantas e pets em casa

É uma delícia ter mais plantas em casa, não? Trazem não só benefícios físicos (purificam o ar, regulam a temperatura) mas também emocionais: um verdinho em casa faz muita diferença pra sanidade e sensação de relaxamento. Fizemos uma listinha com plantas indicadas para casas com pets, e plantas venenosas, para você que já tem ou quer incorporar mais na sua casa.
Nem todas as plantas tóxicas da lista são decorativas, algumas são ervas e alimentos humanos. Lembra que plantas medicinais para humanos não têm o mesmo efeito em animais. Nunca administre folhas maceradas ou frescas, infusões frias ou quentes para seu pet sem recomendação do veterinário.

Plantas venenosas

Açafrão-do-prado (Colchicum autumnale)
Aguaraquiá, Araxixu, erva-noiva, pimenta-de-galinha, erva-moura, erva-gardiniana ou mata-cavalo (Solanum nigrum)
Alamanda (Allamanda cathartica)
Alcaravia, cariz, cominho, cúmel ou cariz (Carum carvi)
Alfeneiro (Ligustrum vulgare)
Algoz-das-árvores (Celastrus scandens)
Alocasia, Alocasia gigante ou orelha-de-elefante (Alocasia spp)
Amarílis (Amaryllis spp e Hippeastrum spp)
Amarílis ou Açucena (Hippeatrum hybridum)
Ambrosia mexicana (Chenopodium botrys)
Âmio-maior ou âmio-vulgar (Ammi majus)
Antúrio (Anthurium sp)
Arnica (Arnica Montana)
Arruda (Ruta graveolens)
Árvore-da-felicidade-macho (Polyscias guilfoylei)
Árvore-guarda-chuva (Schefflera actinophylla ou Brassaia actinophylla)
Asa-de-barata, flor-de-pavão, flamboyant-mirim ou barba-de-barata (Caesalpinia pulcherrima)
Aspargo-ornamental (Asparagus densiflorus cv sprengeri)
Ave-do-paraíso ou Estrelícia (Poinciana gilliesii ou Strelizia reginae ou Caesalpinia gilliesii)
Avelós (Euphorbia tirucalli L.)
Azálea (Rhododendron spp)
Azaléia (Rhododendron spp)
Babosa (Aloe barbadensis)
Babosa (Aloe Vera)
Begônia (Begonia spp)
Beladona (Atropa belladona)
Bico de papagaio (Euphorbia pulcherrima Wiild)
Borragem ou borracha (Borago officinalis)
Brunfelsia, manacá-de-jardim, manacá-de-cheiro ou dama-da-noite (Brunfelsias species)
Buxinho (Buxus sempervires)
Buxo ou buxinho (Buxus sempervirens)
Caládio ou tinhorão (Caladium hortolanum)
Calamodin, citrofortunella ou laranjeira de apartamento (Citrus mitis)
Calla (Calla palustris)
Camomila, camomila-de-paris, camomila-de-jardim, camomila-romana, macela ou maçanilha (Anthemis nobilis)
Castanheiro-da-índia (Aesculus spp)
Cebolinha ou cebolinha-francesa (Allium schoenoprasum)
Cerejeira, ameixeira, pessegueiro, damasqueiro  e outros da família Rosaceae
Cheflera (Schefflera arboricola)
Cinamomo, Cinamão ou amarrgoseira (Melia azedarach)
Clivia (Clivia spp)
Clusia, mague-bravo ou manda-da-praia (Clusia major)
Coleus, cóleus ou coração-magoado (Coleus ampoinicus)
Comigo ninguém pode (Dieffenbachia spp)
Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia amoena)
Copo de leite (Zantedeschia aethiopica Spreng.)
Copo-de-leite (Zantedeschia aethiopica), Lírio-dapaz (Spathiphyllum wallisii), lírio-negro e outros da damília Araceae
Coroa de cristo (Euphorbia milii)
Costela de Adão (Monstera deliciosa)
Costela-de-adão ou monstera (Monstera deliciosa)
Cravo ou craveiro (Dianthus caryophyllus)
Crisântemo (Chrysanthemum spp)
Cróton (Codieaeum variegatum)
Dedaleira (Digitalis purpúrea)
Dracaena ou dracena (Dracaena fragrans)
Dracena-vermelha (Cordyline terminalis) e Coqueiro-de-vênus (Cordyline fruticosa)
Dulcamara, erva-moura-de-trepa, uva-de-cão ou vinha-da-judeia (Solanum dulcamara)
Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata)
Espirradeira (Nerium oleander)
Esporinha (Delphinium spp)
Evônimo (Euonymus atropurpurea)
Fícus (Ficus spp)
Filodendro (Philodendron bipinnatifidum)
Filodendro, guaimbê ou imbé (Philodendron oxycardium)
Gardênia (Gardenia jasminoides)
Heléboros, helleborus ou rosas-de-natal (Helleborus niger)
Hera (Hedera helix)
Holly americano (Ilex opaca)
Hortênsia (Hydrangea macrophyla)
Íris neomarica, falso-íris ou pseudo-íris (Iris spuria)
Jarro dos campos (Arum maculatum)
Jarro-de-itália (Arum italicum) e outros do gênero Arum
Jasmim manga ou Frangipani (Plumeria rubra)
Jibóia (Epipremnun pinnatum)
Kalmia (Kalmia poliifolia)
Laranja-azeda (Citrus Aurantium)
Lírio da paz (Spathiphylum wallisii)
Lírio ou gloriosa (Gloriosa superba)
Lobélia anã ou flor cardinal (Lobelia cardinalis)
Loureiro (Laurus nobilis)
Macadâmia (Macadamia intergrifolia)
Macieira-brava (Malus sylvestris)
Madressilva (Lonicera japonica)
Mamona (Ricinus communis)
Mamona (Ricinus communis)
Mandioca brava (Manihot utilissima Pohl)
Mandrágora (Mandragora officinalis L.)
Meimendro (Hyoscyamus albus L.)
Mezereão ( Daphne mezereum L.)
Morrião (Morrião nome científico)
Narciso (Narcissus cyclamineus)
Nogueira (Juglandaceae)
Oleandro (Nerium oleander)
Olho de cabra (Abrus precatorius)
Orelha-de-elefante (Albo-marginata)
Pieris Japônica ou Andromeda japonesa (Pieris japonica)
Pinhão paraguaio (Jatropha curcas)
Pinhão roxo (Jatropha curcas L.)
Pinheiro-de-buda (Podocarpus macrophylla)
Planta-jade ou Crassula (Crassula arborescens)
Podophyllum
Poinsettia (Euphorbia pulcherrima)
Ranúnculo Redodendro ( Rhododendron)
Ranúnculo, anêmona ou clematis (Ranunculus spp e Clematis spp)
Rícino (Ricinus communis L.)
Robinia (Robinia pseudoacacia)
Ruibarbo (Rheum rhabarbarum)
Saia branca (Datura suaveolens)
Saia roxa (Datura metel)
Salsaparrilha (Smilax papyracea Poir)
Samambaia (Nephrolepis polypodium)
Singônio (Syngonium podophyllum)
Solanáceas (Beladona)
Taioba brava (Colocasia antiquorum Schott)
Tinhorão (Caladium bicolor)
Tremoço (Lupinus)
Trigo-sarraceno ou trigo-mourisco (Fagopyrum spp)
Trombeteira (Brugmansia suaveolens)
Tulipa (Tulipa hybrida)
Vinca (Vinca major)
Zâmia, sagu-da-jamaica ou araruta-da-florida (Zamia furfuracea ou Zamia furfuracea)

Quais são os possíveis efeitos de uma planta venenosa?
  • Irritação local na língua, boca e garganta.
  • Sialorreia (produção excessiva de saliva), náusea, vômito, desconforto abdominal e diarreia.
  • Tremores, convulsão e ataxia (perda de coordenação).
  • Arritmia, taquipneia e dispneia.
  • Icterícia, coagulopatia e encefalopatia.

Plantas NÃO venenosas

Areca bambu (Dypsis lutescens)
Bananeira (Musa sp)
Brilhantina (Pilea Microphylia)
Bromelias (Bromeliaceae)
Cacto zebra (Haworthia attenuata)
Chifre-de-veado (Platycerium bifurcatum)
Cipó uva (Cissus rhombifolia)
Clorofito (Chlorophytum comosum)
Columeia-peixinho (Nematanthus wettsteinii)
Comedórea elegante (Chamaedorea elegans)
Gérbera (Gerbera jamesonii)
Girassol (Helianthus annuus)
Laranja Calamondin (Citrus madurensis)
Maranta (Ctenanthe oppenheimiana) e ouras calatheas
Morango selvagem (Fragaria vesca)
Orquídeas
Palmeira-ráfis (Rhapis flabelliformis)
Pata de elefante (Beaucarnea recurvata)
Pellionia (Pellionia pulchra)
Peperômia (Peperomia obtusifolia)
Planta confete (Hypoestes phyllostachya)
Planta-da-amizade (Pilea involucrata)
Rabo de burro (Sedum morganianum)
Renda portuguesa (Davalia fejeensis)
Samambaia (Nephrolepis exaltata)
Suculentas
Veludo-roxo (Gynura procumbens)
Violeta (Saintpaulia ionantha)
Uma alternativa saudável para os pets que amam mordiscar plantinhas, é a grama de trigo ou grama de pipoca só deixar germinar).
E, lembre-se que mesmo plantas não venenosas podem irritar o sistema digestivo e causar vômitos, tanto em cães quanto em gatos. A diferença é que mesmo causando mal estar, não ameaçam a vida dos peludos. Se você acredita que seu pet está doente, ou comeu alguma planta venenosa, contate o veterinário imediatamente! 
Fonte: American Society for the Prevention of Cruelty to Animals (ASPCA)