Frete Grátis para compras acima de R$ 199,00 e 12x s/ juros

Tudo sobre Treino

Tudo sobre Treino

A adaptação para o banheiro canino é semelhante a um desfralde de criança. É importante que já saiba usar algum método, assim como é importante que a criança saiba usar um penico antes de ir para a privada - se não como explicar para que serve o banheiro se nunca viu nada igual e não sabe como usa? 
Em linhas gerais: temos que garantir que esteja em um ambiente que ele vá se sentir à vontade para se aliviar, apresentar o banheiro para ele, fazer com que se sinta confortável e seguro, recompensar cada acerto (mesmo que meio acerto) e não brigar nos erros (apenas ignorar). 

Passo a passo

A lógica é bem simples, são três etapas:
1. Preparação: sua casa e seu peludo prontinhos para mudar
2. Apresentação: instalando e conhecendo o Weasy
3. Treino: treinos de adaptação e manutenção do sucesso. 
Siga o passo a passo sem pular etapas, com paciência e amor. Cada peludo tem seu tempo, e cada tutor também está aprendendo a ler os sinais.

1. Preparação 

a.Estrutura
Você tem um ralo disponível onde instalará o Weasy? Para que seu Weasy funcione, ele precisa de duas coisas: um cão e um ralo
Sem o ralo conectado a uma rede de esgoto ele não pode ser instalado. O que fazer, então? Nossa sugestão é que você procure pela sua casa algum ralo que possa ser utilizado. Não precisa ser exclusivo do Weasy. Encontrou? 
Se ele estiver a uma distância média (1,5 metros para ser mais exatos) do local onde seu cão faz xixi atualmente, está tudo certo: a mangueira de escoamento que vem junto com seu Weasy tem esse comprimento. Pode instalar e usar normalmente. Se não alcançar você pode mudar o local do xixi, gradativamente ou adquirir mais mangueira, para alcançar o ralo.
b.Cão
Lembra como era estudar com fome, muito tédio ou com vontade de brincar? Sabe como é tentar trabalhar quando a gente está acelerado? Então. Os cachorros também sofrem com isso. Por isso, antes de tentar ensinar novos comportamentos para o seu peludo é essencial que você atenda as necessidades básicas dele. E são mais do que somente alimentação, hidratação, abrigo e carinho. Nossos parceiros da @tudodecao explicam que precisamos muito mais:
  • estímulo físico, exercício
  • estímulo mental, brincadeiras e desafios
  • estímulo emocional, socialização com outros cães e carinho
O segundo ponto a prestarmos atenção é se o peludo já está acostumado a usar um método (jornal, tapete, grama, bandeja, etc) para se aliviar, e se ele tem o hábito de fazer as necessidades em casa ou somente na rua. Tentar ensinar um cachorro que só faz xixi em árvore o que é um Weasy é como ensinar um bebê a andar de bicicleta, concorda? E se o peludo não acerta o tapetinho higiênico ainda é muito difícil que consiga acertar o Weasy (no nosso paralelo, primeiro aprende a andar, depois a andar de bicicleta). Como queremos que todos tenham a oportunidade de usar e ter sucesso nos treinos, fizemos conteúdos completos ensinando a fazer xixi em casa também, e fazer no lugar certo (com método):
  • Xixi em casa, para cães que só se aliviam nos passeios
  • Xixi no lugar certo, para cães que ainda não acertam o método
c.Instalação
Dê preferência ao local em que o peludo já faz xixi. Providencie que a comida e a água fiquem longe, confira que possa se movimentar livremente (sem móveis ou paredes apertando). 
Instalar é muito fácil e rápido: posicione no lugar desejado e encaixe a mangueira de escoamento sobre o ralo. Lembre-se de deixar a mangueira de saída bem esticada, sem dobras, sem nada obstruindo a passagem, e de conectar a ponteira sobre o ralo do esgoto (mas não dentro dele). Se precisar cortar a mangueira, pode retirar a ponteira, cortar, e recolocar a ponteira. Em caso de modelos com parede, é só parafusar na base. Se tiver entrada de água é só conectar a mangueira de alimentação no plug da base e na torneira. Pronto!
Precisa instalar em outro local, em que o cão não está habituado a fazer suas necessidades? Nem abra a caixa do Weasy ainda! Você precisa primeiro fazer a mudança de lugar com o método antigo (o jornal, tapete higiênico, sanitário, grama sintética ou o que ele estava acostumado a usar). Quando ele estiver habituado neste novo local, usando o método antigo, aí sim pode fazer a instalação. 

2. Apresentação

Weasy instalado? Se apenas instalar e deixar lá o cachorrinho pode não entender para que serve. Neste começo é muito importante estar perto e ensinar. 
Começamos apresentando o banheiro ao peludo: convide-o com carinho para subir em cima do Weasy, incentivando com um petisco. Vá chamando e mostrando o petisco, induzindo a subir com as 4 patas (como se o petisco fosse um ímã de atração) para que ele não tenha medo. Use um comando, sempre o mesmo, sempre com o mesmo tom (pode ser “xixi” ou “sobe”, ou o que você preferir). Recompense-o somente depois do comando, e quando subir com as 4 patas (Importante: 2 patas não vale!).
Nunca arraste o cão , puxe pela coleira, coloque ele contra a vontade dele no banheiro, nem brigue. Ele pode se assustar e ficar com medo, achando que fez algo errado ou que é um lugar do castigo. O Weasy precisa ser um lugar convidativo onde ele quer subir e aprender para que serve, e ganhar muito incentivo positivo.

3. Adaptação

A lógica é simples, mas é importantíssimo não pular etapas:
Use o método antigo dele sobre o Weasy ou entre a bandeja e o tapete para que o peludo entenda. Se tiver um pouco de urina dele, é mais um atrativo. Quando seu cãozinho se aliviar no Weasy com o método antigo em cima (tapete higiênico, jornal, bandeja sanitária, grama sintética…), recompense. Mas recompense sempre! Cães entendem a regra, não a exceção. Dê preferência ao petisco favorito dele. 
Precisa ficar atento quando ele faz xixi ou cocô? Sim. Se você for dar os parabéns e o petisco depois, sem ele saber o motivo, isso vai confundir e atrapalhar o treinamento. Ele precisa saber que se aliviar = petisco, neste começo. Dê preferência aos treinos logo após a refeição, quando os peludos costumam se aliviar. Para facilitar, estabeleça horários para comer - assim ele terá horário para se aliviar também. 
Caso não possa estar atento durante a semana, procure instalar no fim de semana e faça um intensivão até usar pela primeira vez. Evite limpar a sujeira dos “erros” na frente dele para que não ache que é uma forma de atenção. A cada par de dias, vá reduzindo o tamanho do tapete/jornal sobre o Weasy, até que seu peludo esteja se aliviando diretamente no Weasy. Pronto!
Quer começar o processo ainda mais preparado? Confere aqui algumas dicas:
Atenção para algumas chaves do sucesso:
  • Muito estímulo positivo sempre que acertar, dê sempre recompensas que seu peludo vai amar: petisco preferido, carinho, festinha
  • Não tenha pressa e tenha persistência, não tire o método antigo imediatamente, vá reduzindo e tirando aos poucos
  • Ignore os erros, não brigue e não limpe na frente dele (para que errar não seja uma forma de chamar sua atenção)
  • Mantenha a área limpa sem usar limpadores perfumados demais, para que cheiros fortes não atrapalhem o olfato do peludo
  • Compreensão com os dias ruins: até nós temos dias menos produtivos, siga com os estímulos e paciência
E quais as maiores ciladas? Aqui os erros a evitar:
  • Brigar, gritar, assustar ou bater (nunquinha!)
  • Arrastar, colocar em cima do Weasy contra a vontade
  • Interromper o xixi no meio quando estiver fazendo no lugar errado
  • Ignorar os acertos, negligenciar as recompensas
  • Ir rápido demais e não respeitar o tempo do peludo

Dicas

Lembre que cada cão é um cão, com uma personalidade, linguagem e é motivado de formas diferentes. Por isso: conheça o seu cão dog face smiling face with heart-eyes:
  • Simplifique pra ele
Ele precisa entender o que você quer dele. Ensine uma informação nova por vez, e só avance pra próxima etapa quando ele tiver aprendido. Um cão que só faz xixi em árvore não sabe o que é um tapetinho. Um cão que só faz xixi na área de serviço não vai entender para que serve o Weasy no banheiro. Garanta que seu cão: 1) já use algum método (grama sintética, tapete, jornal, etc), 2) em um lugar específico 3) apresente o Weasy e instale nesse mesmo lugar. Se quiser fazer alguma mudança, espere que esteja totalmente adaptado pra introduzir essa nova informação.
  • Não pule etapas
Normalmente quando a gente tem pressa pra terminar algo, acabamos pulando alguma etapa, né?… Mas o bolo sobe sem fermento e no forno sem aquecer? Pular etapas não dá certo. Por isso, é importante se organizar e colocar todas essas orientações em prática de forma bem gradual e constante. 
  • Seja consistente
Treino de comportamento é igual treino de academia, ter a esteira em casa e andar de vez em quando não garante efeitos no corpo. Muitos cães se adaptam imediatamente, outros demoram semanas, outros meses. Não desista do seu cão! É importante ter consistência até que ele aprenda. Apresentar o Weasy, ensinar a subir e dar recompensa, convidar ele a subir após as refeições e dar recompensa, celebrar o xixi certo - é um exercício diário. Uma etapa por vez, mas com consistência. 
  • Torne o processo divertido
Nunca brigue, bata, puxe. Ele não sabe exatamente o motivo da sua irritação e pode ficar com medo do treino e até de fazer xixi. É melhor aprender algo porque é interessante e divertido ou porque você tem medo? Encare como uma gincana, torne atrativo pra ele! Cães amam desafios mentais e aprender coisas novas. E essa atitude a gente pode aprender com eles, não é? 
Manutenção do sucesso
Depois que seu cão já aprendeu a usar, é só alegria! Claro que, assim como uma criança desfraldando, podem acontecer alguns acidentes e isso é normal. Separamos algumas dicas para que seja só sucesso:
  • Siga atendendo as necessidades básicas (estímulo físico, socialização, estímulo mental) em todos os momentos
  • Continue o reforço positivo nos acertos sempre que puder
  • Procure ter horários fixos para passeio e para alimentação, a rotina é excelente para os cães
  • Se ele desaprender, sé só voltar um passo e colocar o método de novo sobre o Weasy que ele lembra
  • Mantenha comida, cama, brinquedos todos longe do banheiro: ninguém gosta de dormir do lado da privada, né? 
  • Cuide com os cheiros fortes. Cães são higiênicos e têm olfato sensível, cheiro de sujeira ou de produtos químicos fortes Assim como banheiros humanos, o Weasy precisa de uma manutenção mínima. 
Bons treinos e bom divertimento!